MAIMON(th) #3: OUTUBRO 2017 – TWICE, TAEMIN, DARK SARAH, Camila Cabello e outras pessoinhas

oi gente sou eu miumiu ….caraca q calor …..affff , vamos beber bastante liquido . OUVIR FAROFAAAA

Pois é gente, o fim de outubro já chegou e com ele vem o nosso terceiro pacotão mensal aqui do MAIMYU. Nesse mês a quantidade de k-pop bacana que saiu da pra contar nos dedos,  mas não vão achando que tem pouco conteúdo pra comentar nesse post não, por que saiu bastante coisa em outubro ao redor do mundo. Então simbora que a gente tem muito o que conversar:

TAEMIN ESTAVA INDECISO SE FICAVA NU OU VESTIDO. SOLUÇÃO: FEZ OS DOIS AO MESMO TEMPO

E não é que quando a gente menos espera um ícone da sensualidade desses aparece?? Não só um ícone da sensualidade mas um ícone da relateability sendo tão indeciso quanto qualquer um de nós meros mortais. E NÃO SÓ UM ÍCONE DA RELATEABILITY, ele também foi um ícone da superação ao superar a sua indecisão, nos mostrando como superar essa maldição: fazer tudo o que queremos ao mesmo tempo. Esse libriano merece já seu premio Nobel.

Mas não só de iconicidade viverá Taemin, por que MOVE não é só a representação artística de um libriano com ascendente em leão, mas também é uma música muito bacana. Ela explora uma sonoridade minimalista que a gente não vê muito no k-pop atualmente e isso por si só já é um acerto e tanto, e ela é muito bacana de acompanhar dando atenção aos pequenos detalhes que vão surgindo no decorrer do instrumental. Os produtores de Move tiveram uma atenção à detalhes que realmente terminou trazendo um tcham pra a música bem bacana. O resultado final é uma musiquinha gostosa de se ouvir que não entendia por mais simples que seja.

ÍCONE DO MINIMALISMO

DIA CONTINUA TENTANDO… MENTIRA NESSA ALTURA DO CAMPEONATO EU ACHO QUE NÃO TÃO NEM TENTANDO

Mas gente… bichinhas das meninas do DIA. Eu tenho mais pena ainda é da ex-I.O.I que saiu de uma realidade tão boa pra essa morte horrível.

DIA simplesmente não está conseguindo lançar uma música que preste desde Mr. Potter. Essa última música delas uma versão mais morta de A-ing lançada ano passado por OH MY GIRL, e a gente sabe a morte horrível que foi receber A-ing nos nossos ouvidos.

O que a empresa do DIA tá pensando? O que eles estão querendo fazer em relação a esse grupo? Depois que o T-ara finalmente morreu eles decidiram desistir mesmo? Não tem condições.

Enfim, também não é como se eu estivesse esperando algo de DIA em pleno outubro de 2017, mas as coisas não precisavam ir tão ladeira a baixo assim né. Fica aqui meu voto de sorte pra que as gurias saiam dessa fossa por que tá triste acompanhar isso.

A.C.E SEGUE TRAJETÓRIA COM MAIS UMA FAROFA MENOS FAROFA QUE A OUTRA FAROFA MAIS AINDA ASSIM FAROFA

Vocês já devem ter ouvido falar do A.C.E, aquele grupo que performa com uma empoderada vestimenta de pernas curtinha (eu não sei o nome exato disso me perdoem) e que nos abençoou com a maravilhosa farofa das farofas de 2017: Cactus.

Nessa volta os guris preferiram vir com uma sonoridade mais calminha, mas não quiseram abandonar o beat drop de jeito nenhum, o que foi ótimo. Callin não ia ter metade da graça que tem não fosse o refrão que dá cor à coisa toda.

Ainda é mais bacana que o refrão de Callin tem aqueles sons de quadro arranhando e batida muito similares com os de Cactus, o que dá uma identidade sonora ao grupo bem forte já que isso tá se tornando um combo bem particular de A.C.E. Isso tem a chance de ficar bem enjoado, mas até lá da pra eles abusarem disso aí e marcarem nossas mentes de alguma forma com a música deles.

¡DIOS MIO! ¡JIMIN HIZO SU COMEBACK CON LATIN POP CRISTIANO! ¡AY CARAMBA!

Quando a gente acha que o k-pop não poderia ser mais cara de pau na apropriação popeal do ocidente, eles aparecem com uma apropriação popeal da apropiação popeal latina que tá acontecendo em massa depois de Despacito.

Vou reclamar? Por enquanto não. Essa moda tem a capacidade de ficar chata pra caralho se vingar mesmo, mas enquanto isso não acontece músicas como Hallelujah são bem aproveitáveis pelo simples fator da diversão. Esse gênero é muito energético e da pra levantar o astral fácil fácil ouvindo uma musiquinha dessas que for bem feita, e a música de Jimin é a definição de alto astral.

Tudo isso fica melhor ainda quando sabemos que a música é abençoada por Deus já que Jimin decidiu não só se apropriar culturalmente da apropriação cultural, mas também da religião cristã. Já posso imaginar o Papa getting lit af ao som de Hallelujah enquanto abençoa todos os nossos irmãos. Amém Jimin (literalmente).

Falando em deus e em cristianismo…

JESUS FAZ SEU SEGUNDO RETORNO À TERRA DEPOIS DE DOIS ANOS. DESSA VEZ O EVANGELHO QUE ELE PREGA É CONTRA O OPPA BABACA

YAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAS. OS DESTAQUES DE OUTUBRO NO K-POP CHEGARAM.

Meu deus quanto tempo eu esperei pra ver Pocket Girls voltando depois do farofão destruidor BÃN BÃAAN. E é bom demais ver que elas estão continuando nessa linha de farofão EDM pra se acabar nas baladas da vida… menos com a parte de realmente se acabar nas baladas por que isso infelizmente não toca em balada nenhuma.

A música é melhor que BbBbbBbBBBang BBbBbbBBbBBang? Definitivamente não. Parece que a cada integrante que saiu do Pocket Girls um pouco de qualidade de produção foi embora e agora a música soa muito baixo-orçamento comparada à anterior. Mas continua sendo um farofão divertidíssimo.

E o que melhor pra acompanhar a volta de Jesus que um evangelho? Dessa vez o Testamento Pós-moderno vai trazer ensinamentos sobre como lidar com nosso Oppa. Quer saber qual é o ensinamento principal? Veja a resposta nesta imagem tirada diretamente da página 12 (integrantes por mês) versículo (durante) 12 (meses):

É TRATAR O OPPA LIXO COMO LIXO!!!11!!!1!!!!

POIS O OPPA É UM LIXO!!!!111!!1!!!!!!

Agora a bíblia quer que você, quando perceber que está em um relacionamento abusivo com o Oppa Lixo, comece a tratar da forma como ele merece pra deixar de ser um babaca!!!! Isso mesmo, a bíblia agora quer que você deixe de ser troxa fazendo uma crítica social foda!! AMÉM POCKET GIRLS (também literalmente)!!!!

Ah e nesse testamento enquanto você tá apreciando os versículos as vezes você se depara de repente com essas imagens:

 

Gosto muito desse testamento.

HA:TFELT REGRIDIU E EU ESTOU TRISTE POR ISSO

Eu poderia linkar as duas músicas da Yenny aqui, mas pra mim daria no mesmo por que ambas sofrem do mesmo problema. Se antes HA:TFELT era conhecida por lançar músicas com essa vibe mais “””indie“”” sendo que com um twist que deixava a música mais interessante instantaneamente, tipo o break de EDM de Ain’t Nobody, agora as músicas que a gente anda recebendo dela param no indie.

Não que indie seja um gênero ruim, mas pra que ele se torne interessante a música precisa ser realmente muito bem feita. Eu não sei exatamente o que torna uma música indie tão boa assim, mas casos como os de “the xx” são bons exemplos de indie feito certo. Isso é diferente do caso de HA:TFELT, que trouxe músicas não péssimas mas bem blasé.

É uma pena que isso anda acontecendo por que o primeiro EP dela, o “Me?”, foi muitíssimo promissor e um marco do k-pop em 2014. Ver ela retroceder assim é realmente bem chato principalmente por ter sido logo depois do fim de Wonder Girls. Agora é torcer pra que as coisas voltem ao trilho aí pela frente.

TWICE APARECE DE NOVO COM UMA DECENTE PRA O REPERTÓRIO DELAS

Pois né que tá aí outra música que a galera jogou um praise enorme mas que não é lá isso tudo. A diferente disso pra Friday Night de Sonamoo é que no caso de Likey a qualidade da música é ainda mais discrepante em relação à reação alheia.

Eu imagino que o motivo dessa reação toda seja simplesmente por Likey ser melhor que as últimas músicas de TWICE. Ver um dos maiores grupos do k-pop atualmente – que tem um repertório meh – trazendo algo melhorzinho que a sua média deve ser animador pra a galera.

Mas convenhamos, Likey não é lá tão melhor que Knock Knock por exemplo. E ambas as músicas são bem pop direto ao ponto sem muita inventividade e com produção lisa. Sem contar que a gente tem um exemplo bem melhor de músicas melhores que Likey como TT que é bem mais inspirada.

Enfim, dito isso, Likey é sim bacaninha. Mas eu não me vejo ouvindo isso mais vezes pra me entreter por simplesmente não ser boa o suficiente pra me instigar em ir atrás dela.

ODD EYE CIRCLE RETORNA COM O REPACKAGE PÓS-DEBUT E FAZ O QUE SEMPRE SONHEI

MEU ECLIPSE CONCEPT ESTÁ VIVOOOOOOOOOOOOOO

Se vocês leram o MAIMON(th) do mês passado se depararam com a minha dor e sofrimento por Girl Front não ter sido ethereal~misterioso~. Tá que isso aqui chega nem perto do teaser de OEC e não tem muito de misterioso sonoramente, mas não vamos negar que tá muito mais próximo do que é Eclipse ou Singing In The Rain. Finalmente eles estão usando o OEC pra fazer lançar o tipo de música que combina perfeitamente com a identidade do grupo, e só isso já faz desse comeback incrível.

E sim, Sweet Crazy Love é muito boa. O começo dela até me assustou um pouquinho por que eu tava esperando que fossem fazer música felizinha de novo, mas o decorrer da música se mostra algo bem mais R&Bish cheios de harmônicos deliciosíssimos no refrão e com vários viciantes Sweet Mu Mu (MAI)M(Y)U (LOGICAMENTE LOONA ME HOMENAGEANDO CHUPA LUNEI).

Além da música deliciosíssima a gente ainda tem esse clipe que provavelmente é o que tem a coreografia mais linda de todos os clipes de LOONA. Todo os os cenários do clipe são absurdamente simples, mas a fotografia fez uso de tudo o que tinha sobre alcance e conseguiu tirar takes de encher os olhos.

Essas cenas de dança ficaram especialmente incríveis.
E quando as coisas ganham cor então…

E a história do OEC continua sendo contada, dessa vez mostrando os antecedentes da formação do trio. Eu gosto demaaais de toda essa história viajada que tá tornando o ODD EYE CIRCLE basicamente como um trio de super-heroínas alá Meninas Super Poderosas, algo que fica muito claro com cada integrante sendo fielmente representada por uma cor distinta. No clipe faltou a Choerry aparecendo com o olho roxo provavelmente por que ela só se torna parte do OEC em Love Cherry Motion mesmo quando JinSoul e KimLip encontram ela.

Deixa eu aproveitar pra jogar aqui a minha ~teoria~™ a respeito dos objetivos do OEC:

Como a gente já viu lá em Love Cherry Motion, a senhorita Choerry vivia uma vida pacífica e aegyo com as gurias do LOONA 1/3, quando de repente come uma cereja deixada por JinSoul e adormece. Aí ela acorda em um lugar um tanto quanto semelhante ao que KimLip estava no clipe de Eclipse.

Prédio estruturalmente antigo
Mato ali atrás olha só
Prédio estruturalmente antigo e mato!!!!!!!

E logo após isso dona Choerry é atraída por um ser de cabelos longos e platinados usando um vestido branco.

Uau quem será que é? Deve ser a Dilma

Daí ela vai pro mato, encontra uns espelhos redondos no chão, aí quando vê tá o mato tudo roxo e aparecem as três luas representativas do ODD EYE CIRCLE. Os detalhes a respeito disso aí eu deixo com vocês (não gosto dessas história aí de viagem dimensional acho cafona), mas o que importa é que enfim a Ceroeja vai de encontro com o OEC. Mas calma aí, e as gurias do LOONA 1/3??? Pra onde elas foram parar??? É aí que as coisas ficam mais curiosas.

Eu imagino que o momento em que Choerry acordou naquele ambiente estranho as gurias do LOONA 1/3 foram separadas e pararam em lugares diferentes de alguma maneira, seja isso por vontade própria ou não (e eu não acho que Yeojin foi pra toca do sapo por vontade própria em). E o OEC tem como missão ir atrás desse pessoal perdido – como elas estavam fazendo no clipe de Girl Front – e juntar todo mundo pra ir aglomerando o LOONA. No caso da Yeojin elas iriam salvar a guriazinha mesmo, como heroínas.

Agora o que aconteceu com as gurias eu já não sei. Vai que Heejin ficou presa numa toca de coelho, a Haseul numa região ártica e a Hyunjin numa cafeteria. E como que a próxima unit do LOONA vai se relacionar com essa história toda? Enfim, vamo descobrindo aí no decorrer do pre-debut.

FEMM RETORNA REGRAVANDO J-POP ANTIGO, RESULTANDO EM EXATAMENTE UM HINO E APENAS UM HINO

Vocês lembram no post passado quando eu disse que FEMM ia regravar músicas dos anos 2010? Então, eu estava enganado, tinha me confundido anos 2010 com anos 80/90 e fiquei com preguiça de corrigir lá o post rçrççrçrçrçr. Mas o que importa é que a volta de FEMM aconteceu!!! Uau que incrível! Até estou esquecido de que eu errei uma informação no post passado perante tão gloriosa volta! 

E embora o álbum delas não tenha sido nada glorioso, FEMM ainda foi capaz de trazer um bop maravilhosíssimo e super divertido com Sabishii Nettaigyo. Em comparação com a original, a música de FEMM conseguiu ter um pulso bem maior com a adição de instrumentos mais bem acabados e modernos. Resultou numa música bem divertida e dançante, a quantidade de vezes que eu já performei o passinho do halonwei no banheiro é incontável.

Animated GIF
HALOOOWEEEEEEI

E o que falar desse clipe lindo pacas que tentar ser a cópia perfeita do clipe original e consegue isso muito bem? Vejam só isso:

Eles ainda pegaram tudo o que não tava tão certo assim no clipe e deixaram melhor ainda, tipo aqueles troços coloridos que no clipe original parecia uma comunidade de amebas coloridas se locomovendo pra direita. E a performance de FEMM deixou tudo ainda mais interessante, e combinou perfeitamente com essa ideia de manequins delas. É como se até mesmo as gurias tivessem sido programadas pra repetir os passos das WINK perfeitamente assim como todos os cenários também foram.

Eu só to um pouco preocupado com a nossa querida LuLa (a de amarelo). Em comparação à RiRi (a de rosa) ela parece estar morta, tipo, não morta como um manequin, morta como uma pessoa que está morta mesmo. RiRi parece que nunca teve viva e entregou uma performance impecável, já LuLa parece que está morrendo por dentro. O olhar dela ao invés de ser de peixe morto é de quem está desinteressadíssima e a dança que ela tá fazendo parece muito mais com um de um humano sem vontade do que de um manequin. Parece que estão apontando uma arma pra ela e fazendo ela gravar o vídeo como se fosse Marina Joyce.

SUBAM JÁ NO TWITTER A TAG #SAVELULA POR QUE A NOSSA LULA ESTÁ CLARAMENTE EM PERIGO!!!! Quando ela começar a falar sobre fazer templo em Peru não me digam que eu não avisei!!!!! Só tomem cuidado pra as pessoas não confundirem com o Lula né não queremos o ícone de FEMM eclipsado quando ela mais precisa de ajuda.

DAOKO SOLTA UMA MÚSICA MUITO BACANA

Mas olha só que evento está acontecendo nesse mês, 2 j-pops aparecendo no MAIMON(th)!!! E ambos são muito merecidos de estarem por aqui por que mandaram muito bem mesmo.

Faz um tempinho que a DAOKO anda lançando umas músicas mas a preguiça de ir ouvir elas atacou. Eis que enfim decido dar uma ouvida em algo recente dela e boom, me deparo com Step Up Love misturando elementos dos anos setenta com coisas mais moderdinhas e resultando numa música super bacana de se ouvir e diferente de muito o que tem saído ultimamente. É uma boa pra dar um refresh nos ouvidos se você tá de saco cheio de Tropical House (QUE ENFIM ESTÁ MORRENDO AMÉM), de Latin Pop ou de qualquer outro gênero que abusado.

MAS SE VOCÊ ESTIVER É AFIM DE MAIS FAROFA TÁ AQUI OUTRA PRA VOCÊ

Essa Taiwanesa apareceu de repente no mês pra dropar o beat numa farofa que não tem nada de especial ou inovador e é por isso mesmo que ela é ótimo. Ela é só mais um desses EDM’s bobos vide o de Pocket Girls e isso é o suficiente pra me querer ouvir e ouvir esse troço pelos próximos meses do ano simplesmente por divertir mesmo. E quem não quer ouvir uma música sobre o omi de chocolate não é mesmo?

LINDSEY STIRLING PEGOU FOGO EM OUTUBRO, LANÇOU DOIS CLIPES, UM ÁLBUM DE NATAL ÓTIMO E FEZ UMA DAS MELHORES PERFORMANCES DO DANCING WITH THE STARS EVER

Isso mesmo que o ícone Lindsey fez só em Outubro. Essa desgraçada ta literalmente pegando fogo em 2017 de uma forma que eu não tava imaginando. Quer dizer, só em 2017 ela já fez música pra OST de jogo, tá numa turnê mundial, fez um álbum de natal, gravou 7 clipes pra músicas originais, fez 2 clipes um de cover e outro de mashup, editou um documentário sobre a turnê dela e está participando do fucking Dancing With The Stars. Ela tá  t r a b a l h a n d o (puta).

E vocês acham que por estar fazendo coisa demais ela ia deixar as coisas mal feitas? É só dar uma checada nessa música aí de cima que tá dentro do Warmer In The Winter, é uma regravação que conseguiu trazer a qualidade da música original (que eu não sei o nome vocês me perdoem) a um outro nível. Sem contar nesse clipe lindíssimo com figurinos espetaculares, cenários lindos e com a perfomance de Lindsey como sempre on point.

E essa não foi a única música de natal de Stirling boa, tem coisas ainda melhores no Warmer In The Winter vide essa coisa maravilhosa que é ‘Carol Of The Bells’ ou essa ‘I Saw Three Ships‘ aqui. Eu não tava esperando absolutamente nada desse álbum simplesmente por ser um álbum de natal, saí de cara quebrada por que Lindsey me deixou slayado com essas músicas daí que chegam até a ser melhores que alguns maus exemplos do Brave Enough (cofcof Those Days cofcof).

Mas não só de álbuns de natal viverá Lindsey, ela ainda tem muito clipe pra soltar do Brave Enough. E assim soltou o clipe de uma das melhores músicas do álbum que segue o padrão ‘Dance of the Sugar Plum Fairy’ de qualidade alta nos figurinos (AQUELA LINDSEY TODA DOURADA AAAAAAA), nos cenários e dessa vez também na coreografia. O clipe tá todo ambientado pra seguir essa vibe de Mirage com Lindsey parecendo desde uma guerreira até uma deusa serpente. Muito bacana mesmo.

E CALMA AÍ QUE AS COISAS BOAS AINDA NÃO ACABARAM. Como eu já falei ali, a dona Stirling tá sim participando da temporada de 2017 de Dancing With The Stars, aquele programa americano em que eles pegam uma galera famosinha e jogam numa competição de dança.

Quando eu descobri isso eu, novamente, não tava dando nada pra Lindsey. Só o fato de ela estar lá pra mim já era uma felicidade muito grande, então esperar por coisas maravilhosas saindo dela lá pra mim seria pedir de mais. NÉ QUE EU QUEBRO A MINHA CARA NOVAMENTE.

A DEMÔNIA ESTÁ EM SEGUNDO LUGAR NA COMPETIÇÃO JUNTO DA SUA DUPLA COM APENAS 0.9 PONTOS DE DIFERENÇA DO PRIMEIRO LUGAR. NUNCA TE CRITIQUEI LINDSEY.

E quer dizer, quando a gente se depara com uma puta duma apresentação dessas não é difícil imaginar o por que desses dois estarem tão altos. Essa apresentação foi praised não só como a melhor dessa temporada, mas também como uma das melhores apresentações de todas as temporadas de Dancing With The Stars. Quer dizer…

E a mulher é cheia de coragem também. Ela infelizmente teve uma lesão nas costelas enquanto tava ensaiando pro programa, mas mesmo assim dançou e entregou uma performance muito bacana. Agora já tá tudo bem com ela e, FELIZMENTE, ela vai poder continuar na competição. Agora é esperar pra ver se ela vai conseguir ganhar o que eu estou esperando muito que aconteça.

TAYLOR SWIFT VOLTA COM MUSICA NADA INTERESSANTE EM COMPARAÇÃO AS SUAS ANTERIORES

Depois das edgys ‘…Ready For It?’ e ‘Look What You Made Me Do’, Taylor decidiu regredir e muito com esse popzinho qualquer que, além de ser bem mais açucarado, ainda não tem pulso nem nada que torne a música interessante.

E assim, o nome desse álbum não é Reputation? Por que até agora entre as últimas de Taylor a única música que fala sobre reputação é ‘Look What You Made Me Do’? Eu tava esperando muito que dona Swift fosse mergulhar nessa temática de reputação depois da dela ter sido fudida da forma que foi, isso com certeza poderia ter usado como uma inspiração muito foda pra todo o novo álbum. Mas pelo jeito ela vai continuar falando de homem como sempre mesmo, o que deixa tudo muito mais nhé nessa volta de Taylor. Uma pena por que tava muito promissor até agora.

Já o clipe de ‘…Ready For It?’ ficou bonitinho e bacana. Não é lá dos mais estimulantes mas é bacaninha de acompanhar as transformações da Taylor Ghost in The Shell-ish quando se tá vendo ele pela primeira vez. Mas no geral o mês de Taylor foi meh.

TOVE LO VOLTOU COM A GOSTOSINHA MÚSICA DISCO CHAMADA TETAS DE DISCO. HOW APROPRIATE

O vídeo daí começa com Tove Lo fazendo uma critica social foda tosquissíma ao ser entrevistada por um apresentador fantoche só pra depois ela levar ele pra altas aventuras longe do capitalismo selvagem até chegar o momento em que ela dá drogas pra ele e ambos começam a dançar até começarem a desfrutarem do ato e de repente os dois aparecem de volta na entrevista onde Tove conversa sobre Yoga com o fantoche. E EU ESTOU AQUI PARA ESSE TIPO DE FANTASIA.

Não satisfeita com o ridículo e maravilhoso clipe sem sentido, Tove Lo ainda trouxe essa música super agradável numa vibe que não é muito comum de aparecer no pop ocidental desde que não esteja associada a caras como Daft Punk. Foi uma volta muito bem aproveitada da senhorita Lo que não gosta que pronunciem o nome dela do jeito americano. Como será que ela deve se sentir em relação a Anira em? Deve ter uma pena enorme.

FALANDO EM ANIRA, TÁ AQUI A MÚSICA AMERICANA MAIS RECENTE DELA QUE É BEM AGRADÁVEL

Parece que quase ninguém curtiu isso aqui. Mas gente, como pode? Uma música tão gostosinha dessas daqui. Eu até entendo que a galera pode não ter achado ela lá muito estimulante, mas é uma música muito bem feita que foi produzida não pra fazer a gente rebolar a raba até o chão enquanto temos espasmos causados por euforia e álcool, mas sim pra curtir mais calmamente, e ela funciona muito bem dessa forma. Dentre as novas de Anitta, ‘Is That for Me’ música só perde pra ‘Sua Cara’ mesmo (defensores de Paradinha entendam que Paradinha é um porre).

E que coisa linda o vestir roupas ridículas enquanto um cara fica parado olhando pro chão perto de mim concept. Trazendo diversos conceitos em cada roupa diferente.

Claramente inspirado no homem de lata de O Mágico de Oz, Anitta trouxe o concept Tetas de Lata. Tove Lo está orgulhosa.
Não satisfeita ainda teve o Noiva Peculiar e Vulgar concept para representar a liberdade feminina!!! Muito lindo.

É uma vanguardista mesmo essa Anitta e só não percebe isso quem não quer.

DARK SARAH FAZ SEU RETORNO COM MÚSICA EXCELENTÍSSIMA E ANUNCIA NOVO ÁLBUM

Meu deus como eu fiquei feliz com a volta de Dark Sarah. Essa banda desgraçada tem um dos sons mais distintos e fresh que eu já ouvi em tempos, e eu sei que qualquer coisa que eles fossem lançar iria ser no mínimo reconfortante pra a minha alma com essa sonoridade que lembra um musical ou até mesmo um filme épico.

A qualidade da música deles já foi muito mais que mostrava no álbum de 2016 deles, The Puzzle, que garantiu a essa banda safada o merecidíssimo primeiro lugar não só no meu TOP 20 Ocidental do ano passado, mas também primeiro lugar no meu TOP Geral de 2016. Sim, a melhor música do ano passado foi trazida por eles.

Eles conseguiram manter todas essas qualidades em Trespasser. Enquanto o som não parece ser exatamente o que era em 2016, ele ainda tem essa vibe teatral, a diferença é que perde mais aquele toque ethereal/mágico pra entregar algo mais agressivo, que realmente lembra muito mais um deserto do que as músicas anteriores dele, o que foi muito bem aproveitado tanto no clipe quanto no conceito da coisa toda. E o mais importante de tudo: Trespasser é uma música foda.

Se vocês não sabem, Dark Sarah é um projeto que conta a história fictícia de fantasia da personagem Dark Sarah. Eu contei um pouco sobre ela nesse post aqui, se quiserem saber mais é só ler o post. No terceiro álbum da banda eles vão contar a tragetória de Sarah pelo Upper World, que é uma área desértica.

Como o álbum anterior deles representava o Underworld e seguia aquela vibe mais mística e ethereal, eu imagino que eles vão seguir com essa consistência e trazer mais música similares à Trespasser nesse novo álbum. Isso seria maravilhoso por que dessa forma eles podem continuar trazendo músicas nessa vibe incrível das de 2016 e ainda assim não soar enjoativo ou repetitivo. Chega até a ser mais refrescante ouvir por que soa mesmo como uma novidade e não como uma cópia mal feita.

Bem, a única notícia ruim disso daqui é que o terceiro álbum de Dark Sarah, ‘The Golden Moth’ só vai sair em 2018 mesmo. No momento a banda abriu um crowdfunding pra ver se viabiliza o lançamento do álbum (ninguém disse que lançar música boa era fácil), então espero que as coisas deem certo e a gente possa ouvir mais maravilhas de Metal Cinemático vindo de Dark Sarah aí pela frente.

RITA ORA ESTÁ VIVA E TROUXE UMA MÚSICA BACANINHA

A última coisa que eu ouvi de Rita Ora foi, sei lá, R.I.P. em 2012? Depois disso eu só ouvi falar de um murmurinhos a respeito dela voltando mas não cheguei a ouvir nada novo dela, pelo menos até agora.

Essa música daí foi a mais agradável das que ouvi de Ora até o momento. Esse refrão foi o que deu uma mágica ao conjunto todo dando uma animada mais bacana nas coisas e tornando a música bem bacana. Mas não fosse por isso essa música ia ser bem esquecível viu, sendo sincero. Não foi uma volta no nível da de Fergie mas é um sinal de que a galera mais antiga tá voltando.

CAMILA CABELLO SOLTA O DIVERTIDÍSSIMO CLIPE DE HAVANNA

Se eu tava esperando a ex-Fifth Harmony surgir com um clipe tão bacaninha assim? Não mesmo. Mas eles pegaram tudo o que podiam pegar da cultura Latina e misturaram lá com um senso de humor muito bacana que deu nesse clipe ótimo. É bom demais acompanhar a história da Camilla tosca que queria um macho mas não conseguia nenhum por que não saia em nenhum canto. Assim, não que parceiros românticos sejam a coisa mais importante de se ter, mas essa essa representação na história foi aplicada de uma forma tão bobinha e ingênua que não deu espaço pra se incomodar com essa questão social aí, mas sempre é bom reforçar.

O clipe até tornou a música bem mais aproveitável, Havana é bem diferente do convencional no Pop aproveitando um lado diferente da música Latina do que está sendo explorado atualmente. Muito bacana.

AURORA APARECEU NO PROGRAMA DA FÁTIMA BERNARDES. É, POIS É.

A dona AURORA passou aqui pelo Brasil nesse ano pra fazer uns shows, e né que isso rendeu uma participação dela no fucking programa da Fátima Bernardes???

Essa guria tá começando a ficar muito pop aqui no Brasil. É incrível como a guriazinha com poucos milhões de views no YouTube prestes a lançar um novo álbum de repente se tornou essa febre toda aqui pelo Brasil. Não só pelo Brasil, claro, mas é mais por aqui que a gente consegue observar isso. Não tá sendo nada difícil encontrar quem conheça e ame a norueguesa, e normalmente é ou ama ou não conhece. E isso rendeu a ela a gravação de um clipe/música pra uma fucking novela da Globo, olha que honra do caralho a gente tá recebendo com AURORA participando tão ativamente assim de coisas brasileiras.

É ótimo ver essa guria que é uma excelentíssima duma cantora tá conseguindo o seu reconhecimento, principalmente aqui nas terras tupiniquins. Espero que ela consiga muito mais desse reconhecimento aí por fora também por que é o que ela merece. E mal posso esperar pra acompanhar o crescimento dela como cantora aí pela frente.


Eis que chegamos ao fim de mais um MAIMON(th)! Esqueci de comentar alguma coisa? Pode falar aí nos comentários que eu dou meus pitacos pra você. Sintam-se a vontade pra acrescentar coisas a mais nos comentários também.

Agora lá vai a minha ordem de preferência dos lançamentos do mês:

TRESPASSER > CAROL OF THE BELLS > SWEET CRAZY LOVE > SABISHII NATTAIGYO > DANCING WITH THE STRARS DE LINDSEY > OPPA É UM LIXO > CLIPE DE HAVANA > CLIPES DE LINDSEY > STEP UP LOVE > HALLELUJAH > DISCO TITS > OMI CHOCOLATE > IS THAT FOR ME > MOVE > CALLING > ANYWHERE > LIKEY > HA:TFELT > GORGEUS > GOOD NIGHT

Nesse mês de outubro também teve QUICK REVIEW do 80s/90s J-POP REVIVAL de FEMM, do Younger Now de Miley Cyrus e do Melodrama da Lorde. Se quiserem dar uma checada é só clicar nos links aí.

E fiquem sabendo que vou tentar tornar de novembro um mês cheio de Reviews de álbuns. Eu tava querendo faz um tempo fazer uma review de uns álbuns aí que não irei revelar quais são por hora (se você me acompanha no twitter já sabe quais são), mas enrolava seeeeempre na hora de começar as reviews. Então dessa vez irei tentar fazer cada umas dessas reviews uma em cada semana desse mês, belezinha? Pois então até lá.

14 comentários em “MAIMON(th) #3: OUTUBRO 2017 – TWICE, TAEMIN, DARK SARAH, Camila Cabello e outras pessoinhas

    1. Eu tambéeeemmm. E há boatos de que só próximo ano que vão lançar gente nova pra ter uma garota do mês que não bata com as do LOONA 1/3, o que seria trágico pra mim. Espero que em novembro já tenha gente nova sendo apresentada.

      Curtir

  1. To odiando que minha faculdade tá afetando meu desempenho nos comentários
    Mas eu amei essa chocolate boy, já vai pra playist
    Acho que tô muito mais pra farofa que pra indie ultimamente, sinto que tudo que tenho ouvido está muito igual a algo que já ouvi ou meio esquecível
    O que aconteceu com a minha obssessão dos anos passados?

    E esse clipe de Dance of the Sugar Plum Fairy, chocada com essa qualidade visual *o*

    Alias, a música da Camila Cabello também superou muitas das minhas expectativas, uau

    E a minha crush ama muito a Aurora, então eu peguei essa aparição no programa/novela no meu feed por ela ou algum outro amigo meu no facebook que ama ela também
    Ela é uma das artistas que eu acho muito interessante e tenho vontade de acompanhar mas… Sei lá, ainda não explodiu nada dentro de mim então eu só ouço casualmente (em 2015 eu era assim com a Melanie Martinez e no final do ano já tava no show dela, né, então quem sabe)

    Ah, e porque você não gostou de NENHUMA das minhas b-sides favoritas do Melodrama (ou ao menos não citou nenhuma no review)
    Eu nunca gosto do que o povo gosta mesmo

    Agora eu vou terminar porque meu comentário tá enorme, e o do resto do povo tá curtinho, eu fico com vergonha

    Curtir

  2. Não tem nenhum problema demorar a comentar viu? Nesse tempo cê deve estar no fim do período e eu sei que é complicadissímo.
    Pois menina pra mim indie e farofa me satisfaz igualmente KKKKKK. Esse ano tá saindo muita coisa mais indie que é boa e isso me deixa até surpreso, mas farofa é uma coisa que nunca deve parar de acontecer.
    Esses dois clipes/músicas ficaram topíssimos mesmo. Eu nem tinha ouvido Hanava por pura preguiça mas saí supreso, quem sabe eu não ouça o álbum dela né?
    Super recomendo que você comece ouvindo o EP de AURORA pra ver se vai gostando. É o melhor EP que eu já ouvi provavelmente na minha vida toda e pra mim chega a ser melhor até mesmo que o álbum dela. Inclusive a review desse EP foi a primeira feita aqui no blog, se quiser ler tá aqui o link: https://maimyu.wordpress.com/2016/04/05/review-aurora-running-with-the-wolves-ep/
    Tuas favoritas do Melodrama foram The Louvre e Homemade Dynamite? Eu gostei dessas duas sim, mas não senti elas como destaques tanto quanto as outras que eu já falei. É que em comparação em acho essas duas muito mais meh por serem simples demais em instrumental sabe? Os primeiros segundos do refrão de The Louvre é exatamente o som de nada. Mas eu entendo o appeal dessas duas e tem uma cassetada de gente que amou elas (você não foi a primeira que apareceu perguntando sobre essas músicas xD).
    KKKKKKKKK, ai pra mim pode fazer comentário enorme que eu adoro. Senti falta dos seus comentários sobre Dark Sarah rçrçr.

    Curtir

    1. KKKKKKKKKKK SIMMMM
      Eu ainda to chocado que minha cabeça se eu o trabalho de teorizar sobre MV de k-pop, E AINDA MAIS CHOCADO QUE EU ESTOU ME DIVERTINDO COM ISSO.
      Garota morramayyyy, conheci o teu blog e tava esperando pra ver quando tu ia voltar a postar. Decidiu fazer outro blogzinho pra ficar no lugar do morramay?

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s