Lindsey Stirling está oficialmente de volta com The Arena e mais infos do novo álbum. Tem boas e más notícias aqui.

OLÁ MEUS AMORES SENTIRAM MINHA FALTA?

SENTIRAM FALTA DE LINDSEY STIRLING TAMBÉM? PROVAVELMENTE NÃO POR QUE NÃO É TODO MUNDO QUE  -desligandoocapslock – sabe quem é Lindsey Stirling.

Eu já falei dessa pimpolha fenomenal aqui no meu blog quando ela anunciou que estaria trazendo um novo álbum, mas ninguém leu aquele post então quem não conhece vai conhecer ela agora com a música nova que ela trouxe um dias desses super de repente. Então toma aqui essa maravilha pra vocês se deliciarem.

E pelo jeito Lindsey não cansa de lançar música boa. Meu deus do céu.

Vou dizer que da primeira vez que ouvi não tinha pego muito bem o que a música tava trazendo, mas depois de umas ouvidas e depois de ouvir de novo músicas antigas dela eu percebi: The Arena é uma música muito boa e com certeza está na grande lista de ótimas músicas de Stirling.

Já começa pelo nome da faixa: *~~The Arena~~*. Não vai me dizer que isso aqui é nome digno de coisas incríveis? Mas eu não sei muito bem o motivo do nome ser The Arena por que eu não entendo o que uma música instrumental quer transmitir por que não tem letras que deixam óbvia a mensagem, mas eu tenho certeza que o motivo é algo muito incrível como o nome sugere hehehe.

Depois disso temos versos ótimos, um pré-refrão incrível daqueles de imergir você em direção ao refrão, e um refrão bom. Eu até diria que o refrão soa um pouco genérico, mas o resto da música compensa totalmente isso, e até mesmo o lado não-genérico do refrão compensa.

Pois é meus queridos, Lindsey continua firme e forte trazendo músicas ótimas. Espero o resto do álbum continue desse mesmo jeito e que ela continue assim por muito tempo.


E esse clipe ein? Esse começo com uma citação que eu nem entendi direito quando li pela primeira vez ficou muuuito incrível, deu um clima de seriedade à todo o produto e ajudou demais a entender a proposta da música e do clipe (depois que eu consegui interpretar aquela citação direito). Sem contar que foi uma forma maravilhosa de mostrar o título da música ein? A pessoa já espera por algo show.

E o clipe é legal, não é nada fenomenal (e nem precisa ser) mas faz seu papel certo, que é o de transmitir a mensagem que a música quer levar.

Basicamente essa mensagem, pela minha interpretação, é sobre você não se importar com o julgamento dos outros em relação ao o que você faz da vida, que o único crítico que você precisa é você mesmo. Parece uma mensagem muito genérica, mas, pra ser honesto, eu achei ela muito válida e nada genérica. Não é aquele negoço de “ain naum si import com uq us otros vao dise vc eh increveu oh oh oh”, é mais algo como “ligue o foda-se pra essa gurizada que não gosta de ti moço(a)(e)(x), a única pessoa que tem que te amar e gostar do que você faz é você mesmo”, sendo mais algo sobre auto estima. Sinto que faltam músicas sobre esse tema específico, o povo tá ocupado demais falando pra seu ouvinte se amar que esquece de falar como o seu ouvinte pode se amar, que é justamente usando sua auto estima pra se tornar a melhor versão de si mesmo.

Olha aí eles sendo críticos de si mesmos. Tá toda linda a interpretação.

E não satisfeita com essa maravilha toda, Lindsey ainda me vem mostrar a capa MARAVILHOSA do novo álbum dela com o título MARAVILHOSO do novo álbum dela:

BRAVE ENOUGH

Bem grande pra vocês digerirem essa delícia com maestria.

Sério, eu acho que essa foi a capa mais linda de 2016 até o momento, e com certeza a melhor da carreira dela. Sem contar que esse título, Brave Enough, traz de volta aquela mensagem de The Arena, ao como ela estar corajosa o suficiente pra enfrentar todas aquelas críticas etc etc.

Agora, meus queridos, nem tudo são flores. Checa comigo a tracklist:

1. Lost Girls

2. Brave Enough (ft. Christina Perri)

3. The Arena

4. The Phoenix

5. Where Do We Go (ft. Carah Faye)

6. Those Days (ft. Dan + Shay)

7. Prism

8. Hold My Heart (ft. ZZ Ward)

9. Mirage (ft. Raja Kumari)

10. Don’t Let This Feeling Fade (ft. Rivers Cuomo & Lecrae)

11. First Light

12. Love’s Just a Feeling (ft. Rooty)

13. Something Wild (ft. Andrew McMahon in the Wilderness)

14. Gavi’s Song

Serão 14 faixas, das quais OITO são feats. Ou seja, teremos 6 faixas apenas com o instrumental de Lindsey Stirling no álbum. E sim, pra mim isso são más notícias.

Eu não gosto nem um pouco de feat em músicas de artistas que trabalham com música instrumental (tipo Daft Punk, Porter Robinson, e, claro, Lindsey Stirling). Vários desses artistas tem muito diferencial e muita identidade. Trazer feats basicamente acaba com essa identidade por que muitas vezes a música deixa de ser do artista pra ser uma música do cantor que participa do feat. Quando alguém canta na música, quem faz o instrumental tende a deixar toda a atenção no vocal e esquece que estamos baixando comprando o seu álbum pra ouvir a sua música, e não uma música qualquer que fulano tá cantando.

Mas de qualquer forma ainda há esperança e Lindsey pode fazer os feats darem certo, não perdendo a identidade dela. Só nos resta aguardar dia 19 de agosto, que é quando o álbum sai, pra saber se o resultado final deu certo. Muito arriscado, eu diria, mas é cedo demais pra julgar.

Ia nem falar nada mas olha a espertinha escolhendo um garanhão pra fazer ~cenas artísticas~ com ela. Deve ter aprendido com Marina and The Diamonds essa sapequiha.

E que outra melhor maneira de finalizar esse post que justificando a minha sumida? (Também conhecido como eu não sei como finalizar esse post falando de Lindsey então vou finalizar falando de mim risos).

Então galera, se vocês acompanham meu twitter sabem bem que eu parei de postar só por falta de vontade mesmo. Se eu ficar postando só por postar logo logo esse blog vai ficar chato e automático, então preferi ficar um tempão sem postar que postar sem parar coisas chatas que, ainda por cima, me deixariam cansado (fazer post é trabalhoso minha gente).

Então se eu sumir não se desesperem e esperem pacientemente pelo próximo post por que o único motivo de eu ter sumido seria falta de vontade de postar, e não abandono de blog ou algo do tipo.

E vou reforçar aqui: pra saber se eu to na ativa é só me acompanhar pelo twitter que lá eu falo de vez em quando, aí vocês averiguam se eu to vivo ou não. Só aguenta meus dramas do twitter que de vez em quando tem uns hehehe.

Brigadão pela paciência de terem esperado o post. Perdoa minha baixa frequência de posts e não desiste de mim ❤

Ah, e Lindsey Stirling é maravilhosa ta bom? Não se deixem levar pelos comentários negativos sobre os feats do álbum dela. To locão pra ouvir saporra e espero que vocês estejam também.

10 comentários em “Lindsey Stirling está oficialmente de volta com The Arena e mais infos do novo álbum. Tem boas e más notícias aqui.

  1. Não vo mentir, nem sabia quem ela era e quando fui ouvir a música fiquei o tempo todo tipo: “quando ela vai cantar? Ela canta né? Mas ela tbm toca aí ela quer fazer um solo antes certo? Mas já deu 1m de música cadê os grito? Ah ela vai cantar agora. Não, pera. Ue e agora?” até a música acabar e eu me tocar da burrice.
    Oh well, mas eu até gostei tanto da música e do vídeo (gamei nas roupas steampunk) ill give you a chance girl

    Curtir

    1. Ela canta tbm, so q ela n passa a voz dela pras musicas. ela so cante nos videozinhos dela no canal lindsey time, e e bem pouco. mas ela sabe cantar sim.

      Curtir

    2. E pode ter certeza que você não é a única pessoa a não entender que Lindsey faz só instrumentais xD.
      Super recomendo você dar uma olhada em Take Fligt, Shadows e Roundtable Rival dela se estiver curiosa sobre Lindsey.

      Curtir

  2. AEEEE COMEBACK!!!!! Finalmente, olha eu AMO A LINDSEY -desligaocapslock- e ate foi por ela -eumoutrominodehongkongquenlembroonome- que eu comecei a tocar violino ❤ serio ela so me surpreende. Eu n tenho mt problema com feats n, maaas, n gostei da faixa titulo, brave enough ser um feat, pq na faixa titulo nos queremos ver a identidade dela, mas um feat tira isso. e essa capa, e a melhor do ano e nem outra capa vai superar essa, essa superou ate a de apink pro single japones summer time. genti, perigosisima essa menina. emfim amei tudo. e perdoe a falta de acentos, meu pc ta com a entrada coreana e n tem acentos aqui.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s